n

janeiro 18, 2009 § 1 comentário

blasfemo e digo que a mão de deus

escreve poemas ateus

 

deus, vem, corre, me limpa

desses pensamentos

 

chame adélia prado para me salvar

 

corta logo minha mão

põe fogo neste livro

joga uma pá de cal em mim

 

me crucifica

 

faz eu chorar o resto da vida

 

até eu secar

 

         [BEHR, Nicolas[

Anúncios

acontece que eu sonhei com vampiros

janeiro 16, 2009 § Deixe um comentário

meu maior sonho

é ser um pesadelo

 

        [BEHR, Nicolas[

Poema Desprezível

outubro 24, 2008 § 1 comentário

 

eu gosto de você porque você deixa

que eu te use que eu te exiba

como um troféu como um trunfo

 

eu gosto de você porque você finge

que gosta de mim que me aceita

quando no fundo sei que me odeia

 

eu gosto de você porque você sabe

que sou machista

egoísta e você nem liga masoquista

 

eu gosto de você

porque você acha meus

poemas incríveis quando

sabemos são sofríveis

 

eu gosto de você

porque não consigo pensar em você

 

se pensasse talvez te desprezasse

 

                       [BEHR, Nicolas[

feliz aniversário :*

outubro 11, 2008 § 1 comentário

 

o tempo existe

para que tudo

não aconteça

de uma só vez

 

             [BEHR, Nicolas[

viu?

outubro 3, 2008 § 1 comentário

corta não

 

sai sangue

sangue dói

 

cortaram aqui

e aqui

 

aqui não

              [BEHR, Nicolas[

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Nicolas Behr em Manter em cárceres privados..