seis e vinte e sete [am]

fevereiro 20, 2010 § Deixe um comentário

um gole, dois. arrancou da noite tudo que se podia ter no dia. depois da palavra sobra o teto, o elevador, o relógio, a rua e o piano. sempre o piano. que fosse violão, que fosse trombone, que fosse orquestra; que tanto fosse tantos outros. um copo de café gelado e uma vontade de saber fumar. meias, camisa e cueca.  eu, e eu-vago. um olho pronto pro passado e um resto de carne que fiz questão de esconder na unha. outro gole, dois.

sophia went away.

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento seis e vinte e sete [am] no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: