apelo

dezembro 20, 2009 § Deixe um comentário

pela poeira que vem ao olho, pelas pontas afiadas que chegam pelos lados, pelo passado que quer ficar pelo futuro, pelos livros que são ferro e sangue, pelos dias que não são mais memória, pelo seco engolido que hoje vira pedra e vem de encontro à face;

é tudo motivo, tudo, tudo possível. tudo com razão, com cegueira, com cansaço, com mesma tecla pra sempre, com o mesmo suspiro, como uma âncora nos pés.

/como se não quisesse, né?

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento apelo no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: