Leituras

outubro 30, 2009 § Deixe um comentário

A cidade se escreve no livro da noite. E cada qual lê uma estória, seus desejos, seus temores. As janelas, olhares furtivos ou riso aberto no espaço; as ruas, longos regressos ou rios escuros, sem volta. Na cidade, tantas cidades se confundem. Pelas calçadas, folhas caindo, letras castanhas que o outono soletra.

 

[CHUCK, Wassily[

Anúncios

Marcado:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Leituras no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: