do vinho

setembro 25, 2009 § Deixe um comentário

da saudade, do tempo, do som, da mostra, da reclusa, de tudo, da falta de sentido, da falta, do chão, do tédio, do caminho, depois, do aleatório, do mundo, o mundo que se resume aqui, e ali, – no fundo daquele copo – na superfície daquele corte, da vontade, do sono, agora durmo.
durmo.
respiro.

Anúncios

Marcado:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento do vinho no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: