desimportante

setembro 19, 2009 § 1 comentário

— sabe que isso era pra ser um texto corrido, daqueles que o autor escreve, escreve, escreve, escreve e você ainda fica interessado em ler sempre mais um pouco? pois então, no meio ele mudou de idéia e quis deixar tudo no tédio, como aquelaS tardeS chuvosaS de terçaS-feiraS numa praia suja. (infame, infame).

mas no fundo tudo vira isso mesmo, de uma coisa bege-sem-graça que te faz andar por aí sem rumo, por todo o canto, até a hora que você não aguenta mais (e já a ponto de pedir pra alguém dar um tiro bem no meio do seu coraçãozinho seboso você recomeça, porquê você tem dúvidas demais e quer que tudo caia num liquidificador gigante pra ver depois o que é que vira).

/heróis de nós mesmos, pulamos de todas as pontes quando cansamos do mesmo, num interno-suicídio de idéias que recicla todo o tédio e aproxima um pouco de vento vindo de qualquer litoral.

Anúncios

Marcado:, ,

§ Uma Resposta para desimportante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento desimportante no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: