mais que um

junho 4, 2009 § 3 Comentários

pode ter o que quiser, mesmo longe é impertinente, talvez eu que caço coisas por onde não tem. acho até que é tédio, uma hora acaba, uma hora eu gosto de você. e não é também o que se falou antes, de não ter saída, de não ter caminhos – tem tudo isso até demais, o problema é que nunca é suficiente, sempre tem alguma coisa possível naquela outra esquina. 

é a coisa de se vender mesmo, de ser carrapato, de ser egoísta, de ter tudo pra sentir falta quando não tiver, e é em breve, tudo passa tão rápido que nem acompanho mais. a gente é a base de tudo, mesmo sem saber de nada, mesmo alienado. o corpo é uma coisa difícil pra mim, pra você também, resgate do humano minhas bolas, eu quero mais é internet, a gente se relaciona por email, quando se toca é aquela beleza, que era melhor ter deixado quieto, afinal ‘porquê é que você não cala a boca, isso me irrita’. 

era um era dois era cem, não era coisa nenhuma mas tinha lá um blog. não, tinha dois, três, mil, fui criando pra ver se era outro. e sou milhões, cada dia, um fake atrás do outro, sou tudo, sou teu, sou dele, sou dela, só não sou meu, não sei mais o quê me pertence. aquela nossa música que me define, aquele papel de bala-meio-melado-que-sobrou-daquele-café-na-chuva-que-tomamos-no-dia-da-gravata-maluca no escritório. lembro bem pois era sexta, era dia de balada, só voltaria pra casa no domingo e você estava lá comigo, falando de coisas que eu não lembro, porquê definitivamente não me importavam. 

e nada importa ainda, mas tudo importa também porquê existe, e você só quer se divertir, é, é tanto problema na semana que eu me divirto com você, vai, sempre concedo, nunca recebo. você sempre dá mas nunca recebe também então “porraaaaa!!! onde é que foi parar aquilo tudo??” 

 

/acende o cigarro, sorriso, ‘aqui está a conta, senhor’

Anúncios

Marcado:, ,

§ 3 Respostas para mais que um

  • Cara, conta muito ALTA!!!
    Ele(a) só quer, só pensa em namorar…
    Ele(a) só quer, só pensa em namorar…..
    /..\

  • retido disse:

    ahhaha porque pensa que só falo de romance>?? ?

    ora essa

  • Juliana disse:

    Nem sei se tem haver, mas depois que li o seu texto, vi na net um poema da Cecília Meireles que na mesma hora me lembrou o que você escreveu. Chama-se “Tu tens um medo”:

    Tu tens um medo:
    Acabar.
    Não vês que acabas todo o dia.
    Que morres no amor.
    Na tristeza.
    Na dúvida.
    No desejo.
    Que te renovas todo o dia.
    No amor.
    Na tristeza.
    Na dúvida.
    No desejo.
    Que és sempre outro.
    Que és sempre o mesmo.
    Que morrerás por idades imensas.
    Até não teres medo de morrer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento mais que um no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: