pessoal

maio 15, 2009 § 2 Comentários

pode ser que quando alguém passa por algum lugar – aqui, por exemplo – leve um pouco do que viu, e deixe um pouco também. mas que deixe na lembrança, como um tesouro, como qualquer coisa que dê falsa liberdade de se ter um certo controle e intenção de se acessar as coisas na hora que desejar. pode ser que essa pessoa também nem preste atenção em nada, nada à sua volta, e que só queira estar presente com a cabeça em outros lugares. tudo bem também, desde que sincero. pode ser que alguma pessoa qualquer esteja procurando alguma coisa de sentido e significado (que hoje em dia, convenhamos, é difícil), mas que não procure apenas para poder dormir melhor. pode ser que essa mesma pessoa caia aqui de pára-quedas, que na verdade estivesse procurando alguma coisa sobre futebol, sobre política, sobre silicones de modelos, sei lá, essas coisas que importam de verdade – e não um amontoado de palavras parciais e tímidas que não levam a lugar nenhum. pode ser que essa pessoa esteja mesmo atrás de alguma coisa que encha o prato de feijão e não são palavras, sabe-se bem. 

/pode ser que tudo se cale, pode ser que não.

Anúncios

Marcado:,

§ 2 Respostas para pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento pessoal no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: