feito à mão

abril 16, 2009 § 2 Comentários

é tudo assim, tudo do jeito que a gente quer, do jeito que você quer, tudo, menos sem atrapalhar o vizinho. bate palminha, dá duas voltinhas, só não vale ficar tonto pra cair no chão. a queda tem que ser natural, o que a gente finge é o sorriso, ou a lágrima. ou não finge coisa nenhuma, a gente nunca soube o que é orgasmo pra poder fingir mesmo. acho válido anotar essas coisinhas pelo chão, num caderninho surrado e com cheiro de café. faz parte e é bonito.

Anúncios

Marcado:

§ 2 Respostas para feito à mão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento feito à mão no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: