pesa daqui, solta

março 9, 2009 § 3 Comentários

num momento de tédio, ou em vários deles seguidos, a gente se pergunta onde é que foi parar toda a inocência que nasceu com a gente. éramos quase siameses

Anúncios

Marcado:

§ 3 Respostas para pesa daqui, solta

  • retido disse:

    mas como ser mais óbvio?

  • nágila disse:

    pq vc só deixa um post agora???

    vc está dormindooo?
    te liguei poxa!

    o tédio corrompe a inocência…
    você não anda nada óbvio pra mim… acho que eu que não quero ver as coisas óbvias ultimamente :~

  • Rhode disse:

    Uma resposta sorridente ao seu post: nós nunca tivemos inocência alguma, mas simplesmente não tínhamos tempo de exercer a malícia em suas últimas conseqüências. É como nunca termos sido descuidados ou feridos – mas a idade chega e tudo é desencadeado. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento pesa daqui, solta no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: