classificados

março 4, 2009 § Deixe um comentário

digita-se textos.

mas textos daqueles bons, que se têm algo a dizer; não aqueles textos nos quais a gente lê, lê, lê e não se diz nada. aqueles que a gente fica lendo em círculos e no fim fica até meio tonto. digita-se textos; mas só daqueles que o recheio é curioso, que nem lembra comida – ou daqueles que dizem “ei, olha, me lê” e daí ele vai embora. o texto que se digita é como um ovo, que tem aquela superfície igual pelo olho de quem olha de uma vez e por dentro tem uma gosma colorida que se mistura e fica como que parte da mão da gente. aí a gente esfrega na calça. 

mas não sai, só suja; a gente desiste e vai lavar a mão.

Anúncios

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento classificados no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: