obviedade

março 3, 2009 § 4 Comentários

a ausência de tudo só se mede por quem fica.

Anúncios

Marcado:,

§ 4 Respostas para obviedade

  • n disse:

    falar da obviedade do óbvio 😛

    quem fica, só fica porque não quer se fazer ausente.
    e se mediu a ausência é porque o problema não está necessariamente nos ausentes… tipo isso?!

  • brunop disse:

    quem vai nao percebe o que é ausente, porque foi.
    o que fica é que vê o que não tem mais.

    só isso.

  • nágila disse:

    depende apenas de um ponto de vista: se o medir se refere à ausência de tudo ou a quem fica.

    acho que nada pra mim é tão óbvio quanto parece ser para você.

  • reticência disse:

    a ausência sempre fica pro lado que foi mais longe no amor.

    [ou]

    a ausência de tudo só se mede depois que o último apaga a luz e fecha a porta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento obviedade no Manter em cárceres privados..

Meta

%d blogueiros gostam disto: